segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Expressas (3)

2005 15 na Central do Brasil

Fim da Seca:  Retornou às operações nessa última semana o 2005 15, trem coreano famoso por ter adesivagem da Operação Lei Seca. Depois de quase um ano parado, ele retorna com tudo ok após revisão geral. Mais um coreano na frota que volta a ter 19 unidades da série 2005 ativas. Enquanto isso o 2005 01 não tem nenhuma previsão de retorno, e completa 4 anos de imobilização após descarillamento no Méier em 2008.

Série 3000 na Vila Militar

Cerimônia de Batismo: Segundo relatos não-oficiais, a unidade 3007 levou uma pedrada em seu párabrisa, enquanto realizava viagem pelo ramal Campo Grande. O fato só ocasionou leve trincamento no vidro, mas deve haver reposição futura, afinal os trens chineses ainda estão cobertos pela garantia de 3 anos. É a primeira ocorrência do tipo com a nova série, que agora conta com 16 unidades ativas, número que pode aumentar até o final deste mês. Trens do 4° lote já operam, caso do 3023 e 3024, no entanto unidades como 3010 e 3011 ainda não fizeram operação com passageiros. Operação para Bangu e Campo Grande foi liberada, mas somente em horário de vale. 

Série 1000 a mostra estacionado no pátio do Maracanã nesta última semana(Foto:David Rodrigues).

Linha viva: O pátio do Maracanã voltou a ser utilizado pelas unidades em operação da Supervia, após 3 anos em desuso.Atualmente tem somente duas vias, que podem suportar duas unidades com 8 carros em cada linha. Antes de sua desativação temporária tinham 3 vias, e durante o período que esteve inativo teve uma de suas vias erradicadas e abrigou a unidade baixada 923-926, cortada em Deodoro ao final de 2011. Tem a funcionalidade de estacionar os trens mais próximos a Central do Brasil para sua serventia no rush vespertino, principalmente para os ramais de Japeri e Santa Cruz, oferecendo "trens extras" com maior agilidade ao sistema. Um efeito da superpopulação chinesa no sistema, já que os 3000 viraram uma constante ocupando os desvios de Deodoro e algumas valas em São Diogo.



Pátio do Maracanã, ainda com 3 vias em meados de 2008(Foto:David Rodrigues). 
Abaixo, a via onde o 500 da foto acima estava estacionado já tinha sido erradicada.


Vão e desnível em Triagem após avaria de bolsões de ar de um Série 8000:
Seria menos pior se a plataforma fosse nivelada(Foto: David Rodrigues). 

Triagem incômoda: Pressionada pelo Ministério Público, a Supervia anunciou obras de nivelamento e revitalização das plataformas de Triagem. Depois de sucessivas denúncias e reclamações acerca do excessivo vão e altura entre os trens e a plataforma, a Supervia realizou obras este final de semana(4 e 5 de agosto) e realizará no próximo(11 e 12 de agosto)a adequação na plataforma 2, do ramal Saracuruna, onde a tarefa é menos complicada. Ao contrário da plataforma 1 - da foto acima, de uso do ramal Belford Roxo, onde deverá ser feita sua reconstrução e expansão, passando a ficar nivelada, com um vão menor e com possibilidade de caber unidades de 8 carros. Para esta, onde há a maior altura e vão entre trem e plataforma, a Supervia ainda não anunciou as datas para as intervenções. Mas, por TAC(Termo de Ajustamento de Conduta) firmado entre as partes, tudo deverá estar concluído em dezembro deste ano. 





Um comentário:

Victor disse...

André, parabéns
esse novo formato de publicação do blog, com as pequnas notícias do cotidiano do STU-RJ ficou muito bom.
http://lauaxiliar.blogspot.com.br/